20 Características e curiosidades sobre os flamingos

Grupo de flamingos junto a um rio
Flamingos

Características e curiosidades sobre os flamingos:

1 – O flamingo é uma ave que pertence à família Phoenicopteridae, sendo o único animal desta família.

2 – Podem ser encontrados nos seguintes continentes: Europa, África, Ásia e América.

3 – Existem 6 espécies diferentes de flamingos e apesar de ser muito fácil reconhecer um flamingo, não é tão fácil distinguir entre as suas várias espécies. Estas são as 6 espécies de flamingos:

  • Flamingo-comum (Phoenicopterus roseus)
  • Flamingo-chileno (Phoenicopterus chilensis)
  • Flamingo-americano (Phoenicopterus ruber)
  • Flamingo-pequeno (Phoeniconaias minor)
  • Flamingo-de-James (Phoenicoparrus jamesi)
  • Flamingo-andino (Phoenicoparrus andinus)

4 – Estas aves são capazes de voar a uma velocidade de 56 km/h.

5 – Os flamingos medem entre 90 e 150 cm, têm pernas alongadas, bico curvado e uma cor rosada. Apesar de serem animais relativamente altos, geralmente não pesam mais do que 4 kg.

curiosidades e características dos flamingos.
Características dos flamingos. Imagem: Pixabay

6 – Geralmente os machos são ligeiramente mais altos e têm um pescoço mais longo do que as fêmeas.

7 – A cor rosa dos flamingos é resultado de uma dieta rica em carotenos, que são pigmentos presentes em plantas, algas, crustáceos e fungos. Se os flamingos não tiverem uma alimentação rica em carotenos as suas penas tornam-se brancas.

8 – Para se alimentarem, os flamingos submergem a cabeça em água e dentro do seu bico existe um sistema de filtração que separa os alimentos dos restantes resíduos. Durante este processo os flamingos são incapazes de respirar.

flamingo a mergulhar a cabeça na água para se alimentar
Submergem a cabeça em água para se alimentarem. Imagem: Pixabay

9 – Podem viver entre 20 e 30 anos no seu habitat natural e passar dos 50 anos em cativeiro.

10 – As crias nascem com penas brancas e cinzentas e só a partir dos 2 anos de idade é que começam a adquirir uma coloração rosada. Para além disso, também o seu bico é recto no nascimento e torna-se curvado conforme vai crescendo.

11 – As penas da parte inferior das suas asas são pretas, mas essas penas apensas são visíveis durante o voo.

Flamingos a voar
As penas da parte inferior das asas são pretas. Imagem: Pixabay

12 – O “joelho” que aparentemente conseguimos ver no flamingo é na realidade uma articulação do tornozelo. O verdadeiro joelho encontra-se junto ao corpo e não se encontra visível devido às suas penas.

13 – Existem inúmeros predadores capazes atacar flamingos. Contudo, como vivem em zonas pantanosas a maioria dos predadores não conseguem atacar estes animais. Por isso as maiores ameaças para os flamingos são outras aves.

14 – Quando querem descansar, eles equilibram-se sobre uma única pata. Isso também permite mantenham a temperatura corporal uma vez que têm uma menor superfície corporal exposta à água fria. Esta pose é ainda uma das suas imagens de marca.

Os flamingos equilibram-se sobre uma pata para descansar.
Equilibrar sobre um pata é uma imagem de marca dos flamingos. Imagem: Pixabay

15 – São animais sociáveis e normalmente vivem em colónias com centenas de flamingos próximos de zonas aquáticas, o que lhes permite defenderem-se dos predadores com maior facilidade.

16 – Os flamingos têm um ritual de acasalamento muito peculiar e interessante. Vários flamingos envolvem-se em movimentos que se assemelham a uma dança coordenada e é durante esse ritual que são escolhidos os parceiros. Veja o seguinte vídeo para conhecer este peculiar ritual de acasalamento.

17 – São uma espécie monogâmica e acasalam sempre com o mesmo parceiro durante toda a sua vida.

Os flamingos são uma espécie monogamica.
Os flamingos são animais monogâmicos. Imagem: Pixabay

18 – As suas posturas são quase sempre de 1 ovo salvo raras excepções em que podem ser 2 ovos. Ambos os progenitores participam na construção do ninho, na incubação do ovo, assim como na alimentação da cria.

19 – Podem ser vistos em Portugal especialmente junto à costa da zona sul do país. Grande parte dos flamingos estão concentrados juntos aos estuários do Tejo e do Sado, ria de Faro e no sapal de Castro Marim.

20 – Actualmente os flamingos não são animais ameaçados. Grande parte dos seus habitats são áreas protegidas o que permite um crescimento da sua população, mas esta realidade pode mudar no futuro caso deixe de existir uma protecção desses habitats.

Gostou deste artigo? Então partilhe com os seus amigos!

Recomendado para si...